Take a fresh look at your lifestyle.

Black Friday tem aumento de vendas e reclamações

Vendas cresceram 21% no ambiente online durante a data, mas evento recebeu mais reclamações do que em 2016

2

A Black Friday 2017, que ocorreu na última sexta-feira, 24, trouxe um grande número de produtos com desconto e um alto número de venda para os varejistas, principalmente no ambiente online. Mas o evento também foi marcado por 17% mais reclamações se comparado com 2016, fazendo com que muitos consumidores continuem propagando o apelido “Black Fraude” para o evento.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, foram registradas mais de 100 queixas por hora no site Reclame Aqui, plataforma que mede a reputação das lojas. O jornal também aponta que a maior parte dos atendimentos realizados pelo Procon-SP foram de grandes varejistas do país, como Casas Bahia, Extra, Ponto Frio, Magazine Luiza e B2W (responsável pela Americanas.com e Submarino), referente principalmente a propagandas enganosas.

compras consumidor

Já no aspecto das vendas, as lojas participantes da Black Friday tiveram um crescimento de 21% no comércio eletrônico na véspera do evento, indo de R$ 355 milhões em 2016 para R$ 428,5 milhões este ano, de acordo com dados divulgados pela Ebit, empresa que verifica a reputação das lojas e analisa dados de e-commerce.

Nos Estados Unidos, um levantamento da Adobe Systems, companhia americana que desenvolve programas de computador, divulgou o faturamento das vendas do evento de megapromoções em um recorde de US$ 5,03 bilhões, apenas no comércio eletrônico.

Na comunidade virtual Promobit, foram registradas mais de cinco ofertas por minuto na sexta-feira, mas foram poucos os varejistas que arriscaram e ofereceram promoções realmente vantajosas. Os destaques ficam para a Saraiva e a Fnac, que trouxeram grande foco em descontos e movimentaram o evento na quinta-feira, e para a Magazine Luiza, com sua promoção de “compre no escuro”. Dentro da comunidade do Promobit, é bem grande a frustração dos membros que relatam que não houve descontos muito diferentes do dia a dia. Em alguns casos, como o Smartphone Galaxy S8, os valores estavam muito maiores do que nos mês de outubro e início de novembro (baseado no histórico de preços do Promobit).

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!