Take a fresh look at your lifestyle.

Review de Diablo III – Rise of the Necromancer

A expansão Rise of the Necromancer para Diablo III vale a pena? Veja nossa análise.

1

A Blizzard é conhecida pelos jogos de qualidade e pelo suporte que dá a eles, mas Diablo III é o caso de um jogo que ficou meio abandonado por alguns anos, apesar dos eventos de temporadas que ganhou. Será que o lançamento da expansão Rise of the Necromancer ajuda a dar nova vida ao jogo?

Apesar de ser chamada de expansão, Rise of the Necromancer não é exatamente uma expansão, ela é mais um pacote de personagem. O título dá a entender que teremos um capítulo focado no Necromancer, ou algo do tipo, mas o que acontece é que você ganha a opção de começar o jogo com a classe Necromancer e é basicamente isso. O resto dos conteúdos que o jogo recebeu já vieram na atualização gratuita 2.6.0, como os Rifts. Aqui, você ganha o novo personagem e alguns itens cosméticos, mas é basicamente isso por US$ 15 ou R$ 45. Ou seja, se você esperava por mais um capítulo na história, infelizmente isso não vai acontecer.

Por isso, o foco dessa avaliação é estabelecer o seguinte: o Necromancer é ou não um personagem divertido de se jogar? A resposta é: sim, o personagem é bem divertido, bem mesmo. É muito legal levantar uma porrada de esqueletos e vê-los fazendo um verdadeiro estrago nas hordas de inimigos. Além dos ajudantes que todo personagem necromante sempre carrega, ele próprio tem algumas habilidades bem interessantes, como conseguir explodir cadáveres, uma foice para acertar inimigos à curta distância, espinhos que saem do chão e assim por diante.

Quer receber avisos sempre que aparecer Diablo III Rise of the Necromancer?

Além das habilidades de ataque, ainda há uma série de runas e builds que ajudam você a não criar um personagem unidimensional, e sim um necromante único, que pode muito bem ficar soltando ataques de ossos à longa distância, correr para brigar junto dos seus servos ou até mesmo lutar sozinho, já que também existe essa possibilidade.

Vale ressaltar que o personagem não é tão bom assim no começo do jogo, quando não tem nenhuma habilidade além do ataque normal — ainda mais se você começa o jogo num nível de dificuldade mais alto–, mas é só você passar as primeiras duas ou três quests do jogo e o seu necromante já começa a fazer um belo estrago.

Como joguei no Xbox One, há a opção de escolher quais habilidades vão em cada botão, sendo assim, consegui configurar uma build que se encaixa bem no estilo de jogo que eu quis colocar. Desta forma, consegui fazer os servos da escuridão comerem o pão que o necromante amassou nas minhas mãos.

Diablo 3

No geral, se você gosta de Diablo III, você certamente não vai se arrepender em ter mais um personagem para começar uma campanha nova, afinal de contas, é muito divertido jogar Diablo III, e nada como ter um novo personagem para explorar. O único grande porém dessa “expansão” é o fato dela não ser uma expansão de fato. Seria legal se o jogo tivesse recebido mais um capítulo ou algo do tipo. Infelizmente, não é isso o que acontece aqui.

8
Muito bom!
  • Nota 8/10
Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!